Biografias: Marie Webster

Todo mundo que se dedica ao patchwork sabe que ao entrar nesse mundo sua vida nunca mais será a mesma. Temos inúmeros exemplos de pessoas que tiveram suas vidas revolucionadas por essa arte. Mas há algumas pessoas que têm um destaque especial por sua contribuição ao mundo do quilt. Para conhecermos melhor o patchwork, é importante conhecermos a história destas pessoas, que ajudaram a inovar, modificar e a delinear o quilt como ele é hoje.

A partir de hoje, vou postar biografias de algumas dessas personalidades, começando por uma das mais importantes pioneiras do patchwork: Marie Webster. Foi uma das maiores influências do patchwork americano do início do século XX, além de ser uma bem-sucedida mulher de negócios, algo bastante raro para a época. É autora do primeiro livro americano sobre quilt (talvez o primeiro do mundo): Quilts, their story and how to make them (Quilts, suas histórias e como fazê-los), publicado originalmente em 1915, um grande sucesso, sendo reeditado até hoje.

Nascida em 1859, Marie Webster só começou a criar projetos de patchwork aos 50 anos. Entretanto, seus primeiros 14 trabalhos foram publicados em fotos coloridas no popular Ladies’ Home Journal (a maior e mais antiga revista feminina dos EUA), em 1911 e 1912, tornando-a conhecida nacionalmente.

A demanda por seus projetos foi tão grande que ela decidiu criar uma empresa, sediada em sua própria casa , em Marion, Indiana (EUA). Com a ajuda de sua irmã, filho e mais dois amigos, ela fundou a Practical Patchwork Company, vendendo projetos originais, kits, bastidores e quilts prontos para todo o país.

Influenciada pelo Arts and Crafts Movement (movimento artístico e artesanal do início do século XX que influenciou a arquitetura, os designs domésticos e as artes decorativas a partir de formas simples e medievais de decoração), os designs criados por Marie Webster (todos em apliqué) mudaram o patchwork americano com uma qualidade e singularidade inconfundíveis, introduzindo graciosas formas naturais e delicados tons pastéis ao tradicional padrão geométrico vigente. Grande parte desses projetos se tornaram clássicos e são até hoje publicados em vários livros, revistas e catálogos.

Por sua contribuição histórico-cultural, sua casa em Marion (IN), foi reconhecida como Patrimônio Histórico Nacional dos EUA, em 1992. Ela é a única quilteira a receber tal honraria, designada como Patrimônio da História Feminina. Sua casa é hoje sede da Quilters Hall of Fame.

Marie Webster morreu em 1956, aos 97 anos.

Fonte:
http://www.quiltershalloffame.net/Webster.html

https://www.practicalpatchwork.com/websterstory.html
http://en.wikipedia.org/wiki/Marie_Webster

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: