Log Cabin – Parte 1

Log CabinSempre tive um interesse particular pela técnica Log Cabin, justamente por suas muitas possibilidades. É incrível a variedade de designs apenas pelas combinações de cores ou a posição em que se une os blocos.

Há um tempo atrás descobri que o centro dele tem um significado especial e, desde então tive vontade de pesquisar mais sobre ele. Mas quando fui pesquisar achei tanta coisa interessante que o post ia ficar muito comprido, por isso resolvi dividí-lo em duas partes.

O coração da casa

Log Cabin (Cabana de Toras) é um dos designs mais populares e facilmente reconhecíveis do patchwork. Partindo de um centro, normalmente um quadrado, o design tradicional é feito costurando tiras seqüenciais ao redor do quadrado central, variando entre cores claras e escuras.Log Cabin

Para encontrarmos a história da técnica precisamos rememorar os pioneiros americanos do século XIX, que viviam em cabanas de toras. O Log Cabin é um símbolo de suas casas. As tiras são costuradas a partir do centro assim como as toras eram encaixadas a partir de uma pilastra central da cabana (normalmente a lareira). É por isso que tradicionalmente o centro do Log era vermelho, simbolizando o coração da casa, ou mesmo o fogo no coração da casa (vale lembrar que a lareira era necessária para a sobrevivência no inverno americano). A cor amarela também era comumente usada no quadrado central simbolizando uma lanterna como um gesto de hospitalidade. Há também uma corrente mais sombria que aponta o centro em preto como símbolo de enforcamento.

Os tecidos utilizados eram qualquer um que houvesse disponível – flanela, sacaria, sobras de roupas e retalhos em geral. O Log sempre foi apreciado justamente por poder utilizar mesmo tiras finas de retalhos como “toras”.

Os blocos de Log podem ser unidos de várias maneiras, obtendo-se diferentes modelos, vários deles têm nomes próprios como Barn Raising (celeiro crescendo), Sunshine and Shadow ou Light and Dark (luz do sol e sombra) e Straight Furrow (bem vincado). Simples de fazer e com a facilidade de poder utilizar mesmo as menores sobras, esse bloco tornou-se rapidamente amado pelas quilteiras.

Exemplos de Log Cabin

Barn Raising (feito por Harriet Holden – 1880), Light and Dark (feito por Sarah O. Traylor – 1850-60), Straight Furrow (feito por Clarinda B. Graham – 1878)

O Log Cabin pode ser feito tanto em pieced (medindo e unindo as tiras) ou em foundation (ou paper piecing), entretanto os primeiros blocos eram feitos nesta última técnica , isso porque as quilteiras utilizavam no bloco todo tipo de retalhos cuja cor combinasse, independentemente do tipo de tecido. Assim uni-los tendo um tecido base (foundation) propiciava a precisão e estabilidade necessária à confecção.

Justamente por utilizar tecidos de densidades muito diferentes no bloco, o quilt à mão tornava-se extremamente difícil, daí o costume de não quiltar as colchas em Log Cabin – o sanduíche deve ser preso por amarrações.

6 Respostas

  1. Sem saber o nome nem o significado desse bloco, há muito tempo fiz duas almofadas nessa técnica.
    Estão no meu blog.

    Obrigada pela explicação.
    Helena

  2. Janaina, é sempre um prazer enorme entrar no seu Blog e ler tudo o que voce publica sobre a arte do patchwork, além de nos divertir com a historias ,voce nos enriquece com o conteudo. Muito obrigada e um grande beijo.

  3. Show de explicação!!!
    Amei!!!!!
    Parabéns e muitos tecidinhos e amores p vc!!!

    Claudinha – Londrina PR

  4. Estou fazendo pesquisa para o trabalho de conclusão do Curso de Tecnóloga em Produção do Vestuário no SENAI/CETIQT-RJ., adorei, vou usá-la para bibliografia, me mande novidades.
    obrigada

    • Olá Maria Salete,
      Fiquei bastante contente em saber que o blog pode ser de ajuda para suas pesquisas.
      E fiquei curiosa: no seu curso tem alguma disciplina, módulo ou qualquer coisa específica sobre patchwork? Se tiver, gostaria muito de conhecer.
      Beijao
      Janaina

  5. Gostaria de saber o processo que é feito o log Barn Raising,que fiquei muito curiosa com o feito.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: